Imprimir
PDF

Isto não Vale! Queremos participação no destino da Nação

    Vender a CVRD – Companhia Vale do Rio Doce por 3,3 bilhões de reais, não Vale! O valor estimado em 1997, época do Leilão era de 92 bilhões de reais, ou seja, 28 vezes mais do que foi vendida.


Também não vale o Banco Bradesco ter sido um dos avaliadores da companhia e ao mesmo tempo um dos compradores deste verdadeiro patrimônio público brasileiro.
Não vale o superávit primário que retira recursos destinados à educação,
saúde,moradia. Não vale continuar pagando a dívida externa e interna. Não vale dobrar-se diante das políticas neoliberais deste modelo econômico. Mas também não vale os movimentos sociais preocuparem-se apenas com sua agenda e não investir no conjunto de lutas articuladas para mudar este modelo.
Nesta Cartilha vocês vão encontrar elementos e subsídios para debatermos com os setores populares qual o Brasil que queremos e como recuperar a Companhia Vale do Rio Doce para o povo brasileiro, participando do Plebiscito sobre a Privatização da Vale, em Setembro de 2007.

Clique aqui para ver os pontos fixos de Votação

O QUE VALE ENTÃO:
Vale o Plebiscito sobre a Privatização e a reestatização da Vale do Rio Doce. Este exercício de participação popular garante a soberania da nação.
Vale o Presidente Lula ter dito no segundo turno das eleições que “foi um erro a privatização da Vale do Rio     
Doce”. E isso faremos questão de cobrar.
Vale realizar assembléias populares municipais e estaduaispara construir o Plebiscito. Vale manter a autonomia das forças populares, estimular as lutas sociais, retomar o trabalho organizativo de base.


Informações e contato
Secretaria Nacional da Campanha da Vale
Rua da Abolição, 227 – 2° andar – tel: (11) 3105.9702
Site: www.avaleenossa.org.br
Correio eletrônico: Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo.